15/07/2013 - Segmento de remédios genéricos cresce 15,3% em maio

A indústria de medicamentos genéricos registrou alta de 15,3% na venda de unidades em maio, na comparação com o mesmo mês de 2012, segundo a PróGenéricos (associação nacional do setor).

Apesar do crescimento, o número é bem mais modesto que os resultados dos meses de 2011, quando as elevações chegavam a 30%.

"A expansão de maio não é a ideal. Precisamos trabalhar a ampliação do acesso [de remédios] aos mais pobres", diz a presidente da entidade, Telma Salles.

"Os medicamentos que têm mantido o crescimento são os usados em tratamento de doenças crônicas, como diabetes e hipertensão."

Genéricos que correspondem a remédios de marcas famosas entre o consumidor brasileiro também têm impulsionado o segmento.

Do comercializado em maio, quase 5% foram de dipirona sódica, o genérico da Novalgina. O citrato de sildenafila, correspondente ao Viagra, ficou com 3,7% das vendas e o paracetamol (Tylenol) teve 2,9% de participação.

Fonte: Folha de S.Paulo
Autor: Maria Cristina Frias

Fotos Relacionadas