22/07/2013 - Sociedade Alternativa

Quem oferece tratamento usando hipnose, meditação, regressão, naturismo e outras 44 técnicas alternativas de saúde poderá ser um terapeuta holístico, de acordo com proposta do deputado Giovani Cherini (PDT-RS). Ele atua na área.

Cherini retirou o projeto da pauta para reapresentá-lo "aperfeiçoado" (ele pretende conceituar mais as práticas, que ainda devem somar-se a outras, como a terapia com animais).

O presidente da Associação Nacional dos Terapeutas, Afonso Ribeiro, 40, diz que "não dá para colocar tudo isso em um balaio de gatos".

Para ele, algumas dessas práticas precisariam, sim, ser regulamentadas, pois representam risco ao paciente. Ele cita a fitoterapia, que pode causar intoxicação.

Mas ressalva que não são todas. "A cromoterapia é inócua e inofensiva. Não precisaria ser regulamentada."

A naturóloga Maria Eugênia Celeghin, 27, afirma que hoje os clientes já querem saber qual é a formação do profissional, mas que uma lei como essa seria boa para "filtrar" o mercado e proibir que "qualquer pessoa" exerça essas atividades.

Fonte: Folha de S.Paulo

Fotos Relacionadas