19/06/2015 - Grandes Números

O Brasil está ficando para trás no desenvolvimento de remédios — e a culpa é da burocracia. Segundo a Interfarma, associação que reúne os principais laboratórios farmacêuticos do país, de dezembro de 2014 a março deste ano foram cancelados 16 testes de novos medicamentos. O motivo: os conselhos de ética vinculados ao Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária levam cerca de um ano para autorizar esses testes — o dobro da média mundial. Por causa da demora, os laboratórios estão conduzindo as pesquisas em outros países. Uma conseqüência é atrasar a chegada dos novos remédios ao mercado brasileiro.

Fonte: Exame

Fotos Relacionadas