01/04/2019 - Mais uma vitória da categoria

Ao negar seguimento aos recursos especial e extraordinário interpostos pelo Conselho Federal de Química (CFQ), o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) reafirmou que o tratamento de água é, também, de competência do farmacêutico e, portanto, não de exclusividade dos químicos, conforme julgamento originário de 2014.

O presidente do CFF, Dr. Walter da Silva Jorge João, comemora mais uma vitória para a categoria farmacêutica, ressaltando que não limitará esforços em garantir o exercício profissional farmacêutico conforme a sua formação acadêmica e previsão legal.

Fotos Relacionadas