10/05/2019 - Cuidado Farmacêutico no SUS capacita farmacêuticos e melhora a saúde de pacientes em Goiânia

O Projeto Cuidado Farmacêutico no SUS, desenvolvido pelo Conselho Federal de Farmácia desde 2017, acumula histórias de sucesso nas unidades de saúde das cidades onde foi realizado. O projeto promove a transmissão de conhecimento e fornece tutoria sobre a prática clínica e já capacitou mais de 3,1 mil farmacêuticos em todo o Brasil. Relatos de profissionais e de pacientes demonstram resultados positivos para farmacêuticos para a população.

 A farmacêutica Gislaine Rosa de Souza, de Goiânia (GO), aplicou o aprendizado que transformou a forma de lidar com os pacientes e acompanhar a eficácia das terapias medicamentosas. Farmacêutica da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia, lotada no Centro de Saúde da Família do bairro Recanto das Minas Gerais, Gislaine faz preceptoria de estudantes da Universidade Federal de Goiás (UFG). Juntamente com esses estagiários, ela acompanha pacientes em tratamentos naquela unidade de saúde.

Gislaine participou do Cuidado Farmacêutico entre setembro de 2017 e maio de 2018. Ela explica que o curso a ajudou a aplicar os conhecimentos em farmácia clínica, principalmente por meio das tutorias. “A gente lê muita coisa sobre a farmácia clínica, mas como abordar o paciente para mim era muito difícil. No curso, nós recebemos um modelo de prontuário e fazíamos as entrevistas com o paciente, sob a supervisão de um profissional experiente, que já fazia esse trabalho”, explicou.

No Centro de Saúde, ela relatou o caso de um paciente diabético, que fazia uso de insulina de forma irregular e não compreendia a gravidade da doença, nem a forma de acomodação e aplicação do medicamento. A equipe fez modelos de orientação sobre a quantidade diária e forma de aplicação correta, com marcação dos horários de administração em cores diferentes. “O paciente retornou dez dias depois dizendo que estava se sentindo melhor e com os níveis de glicose normais”, contou Gislaine.

A partir das entrevistas que a farmacêutica clínica e os estagiários de farmácia passaram a fazer, e do cuidado farmacêutico, tanto outros pacientes passaram a procurá-la para buscar este acompanhamento como outros profissionais do Centro de Saúde passaram a indicar novos pacientes para essa equipe de saúde. “Hoje, muitos pacientes já chegam e vêm direto à farmácia em busca de orientações e isso estimula a gente a cada vez mais realizar este acompanhamento clínico”, explica a farmacêutica.

De acordo com um dos professores do curso, Dr. Wallace Bottacin, as tutorias ocorrem por meio do acompanhamento de profissionais experientes e qualificados para acompanhar os participantes durante o processo de implantação do consultório farmacêutico no seu local de trabalho. “Os tutores orientam sobre todas as fases de uma consulta farmacêutica completa e resolutiva, dão suporte às decisões clínicas com base na saúde baseada em evidências e elaboram feedbacks individualizados para cada aluno descobrir em que pode melhor e quais foram os seus pontos positivos".

Fonte: Comunicação do CFF
Autor: Murilo Caldas

Fotos Relacionadas