08/07/2011 - Em favor da categoria

O Presidente do Conselho Federal de Farmácia (CFF) Jaldo de Souza Santos, acompanhado do Diretor Tesoureiro, Edson Taki; e da Conselheira Federal pelo Rio Grande do Norte, Lenira da Costa, esteve em audiência com o Senador Humberto Costa (PT/PE), no dia 05 de junho, para entregar três projetos de lei relacionados à atividade farmacêutica, solicitando o empenho do Deputado no encaminhamento e aprovação, no Senado Federal.


Um dos textos apresentados é o Projeto de Lei da Câmara (PLC) nº 113/2005 que dispõe sobre a jornada máxima de 30 horas para farmacêuticos, de autoria do Deputado Aelton Freitas (PR/MG), e que tem como relator, o Senador Inácio Arruda (PCdoB/CE). Segundo o Presidente do CFF, Jaldo de Souza Santos, outros profissionais de saúde atualmente já trabalham no regime de até 30 horas semanais, como é o caso dos fisioterapeutas, fonoaudiólogos e psicólogos.


Outros textos, de igual importância tratam da obrigatoriedade da presença do farmacêutico nos dispensários, de autoria da Senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM); e o Projeto de Lei das Anuidades, de autoria do Deputado Tarcísio Zimmermann (PT/RS).


O Senador Humberto Costa assumiu o compromisso de levar ao Senado os projetos que tratam de melhores condições de trabalho ao farmacêutico e que garantem a proteção à saúde da população.

Fonte: CFF
Autor: Veruska Narikawa com informações da Conselheira Federal pelo Rio Grande do Norte, Lenira Costa

Fotos Relacionadas

Fotográfo: Inês Andrade