Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

CFF participa de debate sobre transformação digital no SUS

Data: 12/11/2019

 

 

O Conselho Federal de Farmácia (CFF) é uma das instituições convidadas pelo Ministério da Saúde para lançamento do programa do governo federal que visa à transformação digital do SUS. Junto com órgãos governamentais, empresas e sociedade civil da área da Tecnologia de Informação, a assessora da Presidência, Josélia Frade, e o coordenador do Grupo Interinstitucional de Trabalho (GIT) da Farmácia Digital, Eugênio Neves, participam durante todo o dia de hoje, 12 de novembro, em Alagoas, da uma apresentação sobre dois importantes projetos: a Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS) e a Informatização da Atenção à Saúde.

A RNDS é uma rede que irá promover a troca de informações entre os pontos da Rede de Atenção à Saúde, permitindo a transição e continuidade do cuidado nos setores público e privado. O programa proporcionará aos trabalhadores a serviço do SUS o acesso às informações de saúde, auxiliando no cuidado devido aos usuários do sistema, no momento adequado. O evento foi organizado com o objetivo de informar sobre o programa e esclarecer os aspectos técnicos sobre a RNDS aos vários setores envolvidos no projeto.


Em seu discurso, O diretor do Datasus, Jacson Barros, explanou sobre como funcionará a rede e o ganho para usuários e profissionais da saúde. “Queremos traduzir tudo o que nós estamos discutindo hoje no amanhã. Vai sair um decreto, uma portaria, colocando como regra nacional como todos conectados a RNDS. Com isso não importa por onde você passou a informação será propagada, garantindo a segurança, a individualidade.”


Eugênio Neves destaca que a participação do CFF é de grande importância uma vez que os farmacêuticos são peça chave nesse processo. Não apenas porque estão inseridos no SUS, mas porque são profissionais essenciais para o funcionamento do sistema, devido ao seu contato frequente com os usuários na complementação ao cuidado que recebem na rede pública. Isso ocorre, por exemplo, no momento da dispensação de algum medicamento prescrito ou no acompanhamento do uso deste ou de outros produtos para a saúde, principalmente para doenças crônicas. Eugênio também destaca a importância de contar com um repositório nacional como o RNDS para o armazenamento e acesso a prescrições eletrônicas e outros registros profissionais farmacêuticos de forma segura e confiável. Certamente o Conecte SUS será um imenso avanço para a saúde brasileira.


Josélia Frade disse que se sentiu honrada pela oportunidade de representar o presidente do CFF, Walter Jorge João, em um momento histórico para o país. “A apresentação do diretor do DataSus demonstrou muita seriedade, abertura e competência técnica para encarar esse grande desafio”, afirmou. Ela lembrou que o CFF está acompanhando e avaliando a transformação digital em curso na sociedade, bem como seus impactos na profissão farmacêutica, para a elaboração de novas regulamentações. O primeiro produto entregue pelo grupo especialmente constituído pelo conselho para esse fim deverá ser uma nota técnica com orientações aos farmacêuticos sobre dispensação de prescrições eletrônicas, que já começaram a chegar às farmácias.

Walter Jorge João agradeceu pelo convite Ao CFF e enalteceu a iniciativa do Ministério. “Desejamos muito sucesso nesse projeto e colocamos a profissão farmacêutica a disposição para colaborar”, salientou.

Fonte: Comunicação do CFF

Fotos Relacionadas

TV CFF















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700