Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

Entrevista Farmacêutica

Data: 18/01/2012

 "A Farmácia é uma Profissão do futuro". A declaração foi prestada, hoje (18.01.12) à tarde, pelo Presidente do Conselho Federal de Farmácia (CFF), Walter Jorge João, durante entrevista à “Rádio Nacional da Amazônia” (Ondas Curtas), emissora da EBC (Empresa Brasil de Comunicação), ligada à Presidência da República. Segundo Dr. Walter Jorge, a Profissão está passando por um momento de fortalecimento em todas as 74 atividades desenvolvidas pelo farmacêutico. Nesta sexta-feira (20.01.12) à noite, o CFF realizará, em Brasília, uma solenidade para comemorar a data máxima da Farmácia: o Dia do Farmacêutico, quando será concedida a Comenda do Mérito Farmacêutico a profissionais que colaboraram para o desenvolvimento da Profissão, em cada Estado do País.

De acordo com o dirigente do CFF, a Profissão Farmacêutica “sempre, foi grande. Ela tem mostrado a sua pujança, ao longo de sua história”. A Farmácia é uma das mais antigas profissões da humanidade. Walter Jorge ressaltou, na entrevista, que a sociedade e as autoridades sanitárias estão reconhecendo, cada vez mais, o farmacêutico como um profissional da saúde com grande capacidade para ajudar a promover importantes transformações no setor.

O jornalista Maurício Rabelo, que entrevistou Dr. Walter Jorge, perguntou qual a explicação para o enorme crescimento e diversificação da Profissão (o farmacêutico atua em 74 diferentes atividades e todas elas estão regulamentadas pelo CFF, por meio de resolução).

O Presidente do Conselho respondeu que a própria formação universitária do farmacêutico, na graduação, já leva à diversificação. “O curso de Farmácia oferece uma vasta e diversa gama de possibilidades de atuação, que vai da produção do medicamento à assistência farmacêutica, passando pelas análises clínicas e toxicológicas e pela pesquisa e produção do alimento, afora outras áreas”, explicou. E acrescentou: “Poucas são as profissões que apresentam tamanha vastidão”.

Outra pergunta feita ao Presidente do CFF foi sobre que futuro terão as atividades umbilicais da Farmácia, que são a manipulação do medicamento e a assistência ao paciente, diante de tanta diversificação. Walter Jorge previu que esses serviços continuarão em franca expansão, porque a demanda por eles é excepcionalmente grande. "Além do que, esses serviços gozam de muito crédito da sociedade, devido à excelência técnico-científica apresentada pelos farmacêuticos que os exercem", enfatizou.

O dirigente do Conselho Federal de Farmácia declarou que os jovens que estão optando pela Farmácia como profissão estão no caminho certo, pois o mercado - exigente, diga-se de passagem -, os aguarda com uma oferta cada vez maior e melhor de empregos.

UNIÃO – Walter Jorge voltou a falar em união na categoria farmacêutica. Recém-eleito Presidente do Conselho Federal, ele está convidando todas as lideranças e representantes das organizações do setor (sindicatos e federações profissionais, sociedades científicas e organizações acadêmicas) e lideranças farmacêuticas para um diálogo em torno de uma proposta de desenvolvimento da Profissão.

O homem que passa a representar os 145 mil farmacêuticos brasileiros disse que a sua eleição representa uma transição, dentro do CFF e, por conseguinte, na categoria farmacêutica. Realçou que há desafios gigantescos a serem enfrentados – e com urgência -, mas os mesmos só poderão ser vencidos, se as lideranças e os representantes das instituições do setor unirem-se em torno de projetos que “oxigenem” o CFF, para que o Órgão tenha mais fôlego para criar e executar novas políticas.

Farmacêutico-bioquímico pela Universidade Federal do Pará, com mestrado em Ciência dos Alimentos e Nutrição pelo Instituto de Nutrición de Centro America y Panamá, Walter Jorge foi professor e Diretor do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Pará (UFPA) e presidiu o Conselho Regional de Farmácia do Estado. É Conselheiro Federal de Farmácia pelo Pará.

A entrevista da tarde desta quarta-feira foi concedida ao programa "Falando Francamente", da "Rádio Nacional da Amazônia", que tem como âncora a jornalista Artemisa Azevedo. A "Entrevista Farmacêutica" é um quadro fixo dentro do programa e existe, há quase dez anos. Foi idealizada e é produzida pelo jornalista Aloísio Brandão, Assessor de Imprensa do CFF. Para ouvir as entrevistas, que vão ao ar, sempre, às quartas-feiras, às 15h30, é só acessar a página do CFF (www.cff.org.br) e clicar sobre o link exclusivo, onde há ícone de um microfone. Ali, o ouvinte saberá, desde um dia antes, qual serão o assunto e o entrevistado (que é rigorosamente um farmacêutico). Os assuntos das entrevistas guardam, sempre, o sentido de utilidade pública.

Fonte: CFF
Autor: Pelo jornalista Aloísio Brandão, Assessor de Imprensa do CFF.

Fotos Relacionadas

TV CFF















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700