Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

CFF no I Simpósio Paranaense de Assistência Farmacêutica

Data: 18/09/2012

 A atenção do farmacêutico ao paciente foi o tema abordado pelo Vice-Presidente do Conselho Federal de Farmácia (CFF) e Conselheiro Federal pelo Estado do Paraná, Valmir de Santi, durante sua palestra “Atuação do CFF na Assistência Farmacêutica no SUS”, no I Simpósio Paranaense de Assistência Farmacêutica, evento realizado nos dias 13 e 14 de setembro, em Londrina (PR).

Para Valmir de Santi, o sucesso do tratamento com medicamentos está diretamente ligado ao acompanhamento feito pelo farmacêutico. “Alguns casos exigem maior atenção, como os idosos com doenças crônicas; os casos de não adesão por parte do paciente; os tratamentos com vários tipos de medicamentos; as gestantes; crianças e os casos em que a medicação e as orientações não surtem efeito”, disse. O dirigente lembrou, ainda, que ações técnico-assistenciais prestadas pelo farmacêutico, nas farmácias públicas e privadas, devem ser implantadas aos poucos e, em alguns casos, com ampliação da equipe de trabalho. “Dessa forma, a atividade gerencial poderia ser compartilhada, e o farmacêutico teria melhores condições de prestar os serviços de saúde”, completou.

SIMPÓSIO – o evento, que reuniu cerca de 200 farmacêuticos que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS), foi realizado na Universidade Estadual de Londrina e contou com palestras como “Assistência Farmacêutica ao paciente idoso”; A atuação clínica do farmacêutico nos serviços públicos de saúde”, entre outras. No dia 12 de setembro, as assessoras técnicas do CFF, Josélia Frade e Cláudia Serafin realizaram um treinamento para farmacêuticos quanto ao uso correto de inaladores. O objetivo foi formar multiplicadores para a orientação. Durante o I Simpósio Paranaense de Assistência Farmacêutica, o treinamento foi repassado aos farmacêuticos que atuam no SUS.

No dia 13, na abertura do Simpósio, Josélia Frade ministrou a palestra “Cuidados farmacêuticos ao portador de asma: tratamento e técnica de utilização dos medicamentos inalatórios”. A assessora técnica do CFF também coordenou a oficina prática “Técnica de utilização de medicamentos inalatórios”. Josélia Frade lembra que o tratamento da asma exige conhecimentos e habilidades para o uso correto dos inaladores – aerossol dosimetrado (“bombinha”), inaladores de pó e nebulizadores - por parte dos usuários e familiares, e um esforço educativo por parte dos profissionais de saúde. “A utilização incorreta pode resultar, por exemplo, em uma menor quantidade de medicamentos nas vias aéreas inferiores, contribuindo para um pobre controle da doença”, completou.

Para Josélia Frade é fundamental que o paciente com asma se oriente com o farmacêutico quanto ao uso correto do dispositivo inalatório, seja ele a “bombinha”, inaladores de pó ou nebulizadores. “E que o farmacêutico esteja atualizado para orientar o paciente da melhor maneira possível”, comentou Josélia Frade.

Fonte: CFF
Autor: Veruska Narikawa

Fotos Relacionadas

TV CFF















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700