06/01/2021 - Farmacêuticos têm papel importante na fiscalização agropecuária

 

Sabia que farmacêuticos desempenham papel importante na fiscalização agropecuária? Essa categoria é uma das que compõe carreira de Auditores Fiscais Federais Agropecuários, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Ao lado dos agrônomos, químicos, zootecnistas e veterinários, o farmacêutico tem um papel relevante neste contexto. Os auditores garantem a qualidade dos alimentos que chegam até a mesa dos brasileiros. Também controlam insumos agrícolas e pecuários e de produtos de origem vegetal e animal que são importados e exportados. Assim, asseguram competitividade de produtos brasileiros. O presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários (ANFFA), o farmacêutico Janus Pablo, cita alguns exemplos de atuação dos profissionais da Farmácia no agronegócio.

“O farmacêutico tem um papel muito importante na agropecuária brasileira, trabalhando principalmente nos laboratórios federais agropecuários (LFDAs), na análise de resíduos de metais pesados, antibióticos e controle dos medicamentos veterinários. Trabalha também na fiscalização e registro de produtos veterinários, auditando e fiscalizando as indústrias farmacêuticas que produzem medicamentos para o setor. Também podem trabalhar na fiscalização de bebidas, por exemplo. O auditor fiscal federal agropecuário trabalha para garantir qualidade de vida, saúde e segurança alimentar às famílias brasileiras”

Além disso, Janus Pablo ressalta que durante a pandemia os auditores fiscais agropecuários não pararam. Assim, garantiram o abastecimento alimentar com qualidade. “As exportações, principalmente, não foram interrompidas. Tanto o abastecimento interno como todas as exportações e importações foram garantidas por meio do nosso trabalho, das nossas certificações dos produtos, das fiscalizações, das auditorias. E, com isso, de certa forma, nós temos um papel muito importante também na economia. Por que com vários setores produtivos parados, a agropecuária foi um dos poucos setores que cresceu nesta pandemia, na verdade expandiu”, disse o presidente da ANFFA.

Esta é a primeira vez que o Sindicato dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários tem um farmacêutico eleito para o cargo de presidente. Para a categoria, essa é uma conquista significativa, como destaca o conselheiro federal suplente pelo Rio Grande do Norte, Jairo Sotero. “Esses profissionais auditores fiscais federais agropecuários atuam em diversas áreas e tiveram papel fundamental principalmente agora na pandemia, quando o agronegócio foi importantíssimo para a manutenção da saúde da balança comercial brasileira. Então, os farmacêuticos estão de parabéns em ter a frente desta entidade um profissional como o Janus Pablo. Estamos felizes e orgulhos da presença dele a frente dessa entidade em nível nacional”.

No ano passado, a carreira de Auditor Fiscal Federal Agropecuário completou 20 anos. Uma das demandas desses profissionais é o reforço do quadro de auditores e a modernização da carreira, com a ampliação das atividades de alta complexidade e responsabilidade.

Ouça esta matéria da Rádio News Farma!

Fonte: Comunicação do CFF
Autor: Murilo Caldas e Larissa Mantovan

Fotos Relacionadas