Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

Prevenção ao câncer de próstata inclui hábitos saudáveis

Data: 28/11/2018

 

Na semana que lembrou o Dia Nacional contra o Câncer, 27 de novembro, campanhas educativas buscaram incentivar a prevenção e o diagnóstico precoce para aumentar as chances de cura. O câncer de próstata é o mais recorrente entre os homens, depois do câncer de pele. Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca/MS) estimam 68 mil novos casos em 2018. A próstata é uma glândula presente apenas nos homens, envolvendo a parte superior da uretra - canal por onde passa a urina. Com o avanço da idade pode haver multiplicação das células e o desenvolvimento de tumores.

O diretor técnico científico da Sociedade Brasileira de Farmacêuticos em Oncologia (Sobrafo), Mário Sobreira, enfatiza o papel do farmacêutico no trabalho de orientação, prevenção e tratamento da doença. “O tratamento pode ser com substâncias injetáveis ou com medicamentos de uso oral. E é importante, principalmente no caso de via oral, que o paciente tenha uma boa adesão para evitar que se tenha um agravamento da doença”.

Para o especialista, o farmacêutico é o profissional da saúde que atua como facilitador do uso correto e racional para uma boa adesão ao tratamento, juntamente aos demais membros da equipe de saúde. “O farmacêutico, por estar mais focado na questão do medicamento, consegue dar explicações importantes para o paciente em relação às formas de usar e às reações adversas que surgem e quais são as dificuldades que podem surgir durante o tratamento, assim como o que ele pode fazer para superar essas dificuldades, afim de que ele possa cumprir todo o tratamento”, detalha Sobreira.

Prevenção
A adoção de hábitos saudáveis pode evitar a doença. “Hoje, para prevenção do câncer de próstata, já está comprovado que é importante manter uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos, cereais integrais, ingerir menos gordura, principalmente, a gordura de origem animal, porque isso ajuda bastante a diminuir risco, tanto de câncer como de outras doenças”, explica Sobreira, acrescentando que outros hábitos saudáveis também são recomendados como fazer pelo menos por dia 30 minutos de atividade física por dia, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar.

O diretor técnico da Sobrafo reforça a importância de estar atento aos sinais e sintomas da doença. “Se o paciente apresentar dificuldade de urinar, observar sangue na urina, diminuição do jato de urina, necessidade de urinar mais vezes durante o dia e a noite, pode ser um sinal que está começando a desenvolver um câncer de próstata. Mas, vale a pena destacar que esses sinais e sintomas também podem estar relacionados a outras doenças como, por exemplo, uma prostatite, que seria uma inflamação na próstata. Então, em todo caso, é preciso fazer exames para que se possa verificar se é um câncer de próstata ou uma inflamação menos importante”.

No Brasil, a cada dez homens diagnosticados com câncer de próstata, nove têm mais de 55 anos. Histórico familiar, sobrepeso e obesidade são fatores de maior risco para o desenvolvimento da doença.

Fonte: Comunicação do CFF
Autor: Murilo Caldas

Fotos Relacionadas







TV CFF















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700